Notícias a toda hora

Lula recebe mais de 572 visitas em apenas 6 meses

572 visitas foram feitas ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva nesse seis meses em que ele está preso em uma cela especial da Polícia Federal em Curitiba (PR). Com a maioria dessas visitas sendo de advogados de defesa de Lula, a maior reunião contou com 10 advogados presentes na cela e também com a presença do candidato a providencia derrotado do PT, Fernando Haddad.

Lula pôde comandar seu partido e a campanha eleitoral de Haddad de dentro da prisão devido a nomeação de aliados como seus defensores. Nomes como Geisi Hoffmann, presidente do PT e Emídio de Souza, o tesoureiro do partido, receberam procurações para realizar a defesa do ex-presidente e, graças a isso, Lula acabou sendo visitado todos os dias das semana.

Os dias anteriores e posteriores a cassação da candidatura de Lula pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foram os mais movimentados para o petista que recebeu a visita de Haddad em 27 e 30 de agosto. Em 11 de setembro, dia em que a candidatura do ex-prefeito de São Paulo foi enfim registrada, Lula e Haddad ficaram reunidos por cerca de dez horas.

De 17/05 a 8/10, Haddad visitou Lula 21 vezes e, segundo os registros da PF, 400 horas de conversa ocorreram. Em 9/10, um dia após o primeiro turno, Lula pediu que Haddad se dedicasse a sua campanha ao invés de ir visita-lo, pedido que foi cumprido.

Além de políticos, 21 advogados criminais, civis e eleitorais visitaram Lula.

O ex-presidente também recebeu 54 visitas sociais. Dilma Rousseff marcou presença duas vezes e Jaques Wagner três. Celebridade como Martinho da Vila, Chico Buarque e o ator Danny Glover também foram ver Lula.
As demais visitas foram realizadas por familiares de Lula, totalizando 116.

Loading...