Notícias a toda hora

Attack of the Demons (2019) [Cinepocalypse 2019]


Eu tenho que dizer que eu odeio não gostar de “Attack of the Demons”. Ao longo de seus misericordiosos 75 minutos, eu ansiosamente tentei amá-lo e queria recomendá-lo. trinta vezes mais. Mas no final, enquanto eu apreciava sua abordagem e conceito, é realmente apenas um thriller demoníaco no final. Pode haver uma nova maneira de contar uma história, mas não é de modo algum um romance baseado na premissa de um demônio apocalipse de Eric Power.

No ano de 1994, em uma pequena cidade do Colorado, três amigos devem usar todas as habilidades que suas mentes podem entender para evitar uma legião de demônios em mutação que está ultrapassando sua pequena comunidade na noite de Halloween. O evento apocalíptico foi planejado durante séculos por um culto secreto, que busca nada menos que a destruição de toda a humanidade e a invocação de seu deus demoníaco. Armado com sua inteligência e necessidade de sobrevivência, eles têm que se unir para descobrir como acabar com a infestação de demônios, tudo com a ajuda de um misterioso feiticeiro.

“Ataque dos Demônios” tem a novidade de ser animado pelo uso de papel cortado; é um método que “South Park” já praticou. Embora use a técnica da icônica série de comédia, “Attack of the Demons” é tocado principalmente com uma cara séria, já que ele tem uma tonelada de pavor e coragem, sem mencionar os muitos acenos ao clássico cinema demoníaco. O filme de terror indie caseiro de Eric Power canalizou muito do espírito indie e do amor que a série de terror de Frank Sudol, “City of Rott”, teve, e eu gostei do coração inerente colocado atrás de cada momento. “Atttack of the Demons” apenas parece fora de sintonia e nunca chega a soar um acorde como remotamente assustador, niilista ou cheio de suspense.

Os demônios são bem desenhados e o sangue é abundante, mas Power nunca permite que eles sejam muito mais elaborados. O trio de protagonistas nunca é tão interessante ou atraente quanto os personagens coadjuvantes, e isso é prejudicado pela atuação da voz, muitas vezes plana. As performances no filme são absolutamente esquecíveis e Power nunca consegue elevar sua contribuição para o filme acima de nada mais do que leituras indiferentes do roteiro. “Attack of the Demons” tem potencial e uma boa ideia por trás disso, mas é relativamente pouco espetacular, e uma entrada de gênero absolutamente medíocre que nunca oferece nada novo de forma criativa. Eu o recomendaria principalmente para fãs de gêneros mórbidos experimentais.

O Cinepocalypse 2019 vai de 13 de junho a 20 de junho.



Source link

você pode gostar também
Loading...